Exercite o inglês

Não é preciso recorrer ao dicionário para descobrir os benefícios que cada modalidade de ginástica aeróbica pode lhe proporcionar

, O Estadao de S.Paulo

26 de março de 2009 | 00h00

Você paga pela musculação e ganha no pacote várias aulas de ginástica com nomes estranhos em inglês. Em princípio, tudo parece a mesma coisa: quase todas começam com a palavra ?body? (body balance, body attack, body jam), são acompanhadas por música alta e orientadas por um professor cheio de energia. Incluídos nos pacotes das academias, estes exercícios podem parecer brindes inúteis, mas não são. Se você não aproveita, está perdendo a chance de gastar mais calorias (e até se livrar do estresse).Para entender o que cada ?body? significa, não vale a pena recorrer ao dicionário. O Guia designou o repórter Anselmo Caparica - um sedentário que não faz exercícios "por falta de tempo" - para experimentar nove aulas de aeróbica e desvendar seus benefícios. Acabou descobrindo que muitas delas podem ser divertidas.Para o fisiologista Turibio Leite, do Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte (Cemafe), poder malhar de forma lúdica é o grande atrativo destas aulas. "O aluno pode extrapolar seus limites, pois se sente motivado." Nosso repórter percebeu: exagerou no body pump e, no dia seguinte, mal conseguia esticar os braços. "Muitos não dão importância às dores. Mas elas indicam um quadro inflamatório, sinal de que passou dos limites", explica o médico. Ele dá dicas para evitar problemas:Você não é um atleta e não deve conviver com dores. Qualquer desconforto é motivo para pegar mais leve.As turmas têm alunos em diferentes níveis. Faça as aulas no seu ritmo, sem se preocupar com os outros.Se tiver dúvidas, converse com o professor. Ele é preparado para responder às suas perguntas e evitar lesões.Bio Ritmo Continental. Shopping Continental. Av. Leão Machado, 100, Jaguaré, 3766-8100. 6h/23h (sáb. e dom., 10h/16h). R$ 199 (mensal, plano anual). Body pump, body attack, body jam, power jump, body balance e body combat.Companhia Athletica Morumbi. Av. Roque Petroni Jr., 1.089, Jd. das Acácias, 5188-2000. 5h/0h (sáb., dom. e fer., 8h/ 17h). R$ 373 (mensal, plano trimestral no débito automático). Spinning, body pump, body balance, power jump e body combat.Competition Oscar Freire. R. Oscar Freire, 2.066, Cerqueira César, 3061-1155. 6h/23h (sáb., dom. e fer., 10h/16h). R$ 380 (mensal, plano anual). Aulas de body pump, power jump, fit flex e body jam.Eco Fit. R. Cerro Corá, 580, Alto de Pinheiros, 2148-4000. 6h/23h (sáb., 10h/16h; fecha dom.). R$ 349 (mês, plano semestral). Power plate, body balance, body pump e power jump.Fórmula Academia Jardins. Av. Rebouças, 3.970, 2º subsolo, lj. 2.001, Jd. América, 2197-7333. 6h/23h (sáb., 9h/16h; fecha dom.). R$ 540 (mês, plano trimestral). Spinning e power jump.Praticando JUMP FITvocê perde: 560 Kcal/hO que é: em um minitrampolim, o aluno vai pulando e executando diferentes movimentos, principalmente com as pernas. Você pula de um lado para o outro e corre sem sair do lugar, em coreografias que variam de acordo com a música.Benefícios: ajuda a enrijecer as pernas e o bumbum e faz o praticante gastar muitas calorias. Não é recomendado para gestantes, pessoas com instabilidade articular e labirintite não-medicada.Dificuldade: de fácil para médio.Opinião do repórter: "O ideal é não ficar olhando para baixo, confiar que não vai cair do trampolim e estar atento para acompanhar as coreografias."Praticando SPINNINGvocê perde: 735 Kcal/hO que é: as aulas de ciclismo indoor não são mais novidade, mas seguem muito disputadas. O exercício é simples: pedalar em uma bicicleta ergométrica com um graduador de resistência. O professor define percursos, como subir e descer ladeiras, de acordo com a música.Benefícios: trabalha todos os músculos dos membros inferiores. O movimento de sentar e ficar em pé na bicicleta fortalece o abdômen. Queima muita caloria.Dificuldade: de fácil para médioOpinião do repórter: "A sala de spinning da Fórmula Academia, no Shopping Eldorado, simula uma balada com luzes de danceteria e som no volume máximo. Foi a única aula em que vi alunos gritando empolgados. A maior dificuldade está em ajustar a bicicleta. Para isso, peça ajuda ao professor. Se ela estiver malregulada, pode causar lesões."Praticando BODY BALANCEvocê perde: 350 Kcal/hO que é: aula que mistura técnicas de ioga, tai chi chuan e pilates, com músicas tranquilas e clima de paz. Os movimentos são lentos e de equilíbrio.Benefícios: desenvolve equilíbrio mental e físico, força, flexibilidade, respiração e concentração. Elimina o estresse.Dificuldade: de médio para alto.Opinião do repórter: "Na turma repleta de mulheres, os homens acabam achando que é fácil executar os movimentos. Enganam-se. Foi uma das aulas que me deixaram mais dolorido e que mais exigiram da minha (pouca) flexibilidade."Praticando BODY PUMPvocê perde: 400 Kcal/hO que é: em vez do monótono ato de levantar peso na sala de musculação, a ideia desta aula é ?puxar ferro? com o incentivo de um ritmo musical. Além de halteres, usa-se uma barra transversal com carga que varia para cada aluno.Benefícios: melhora a resistência muscular, ajuda na postura e aumenta a força. Não tem como foco a queima de calorias, embora ajude.Dificuldade: de fácil para médio.Opinião do repórter: "A aula atrai também o público masculino, pois não envolve nenhum tipo de dança. Meus braços ficaram bastante doloridos, mas a atividade mostra resultados rápidos."Praticando BODY JAMvocê perde: 600 Kcal/hO que é: aula de dança para perder peso, com coreografias que se aproveitam de diferentes ritmos, como hip hop, música latina e techno house. As músicas e as coreografias costumam ser atualizadas a cada três meses.Benefícios: melhora o condicionamento cardiovascular e ajuda na coordenação motora e na consciência corporal.Dificuldade: de médio para alto.Opinião do repórter: "Não gosto muito de dançar e achei que esta seria a aula que mais me incomodaria. Mas não posso negar que fiquei contente ao descobrir que tinha coordenação motora suficiente para acompanhar as coreografias. Em pouco tempo, me vi dançando (mal, mas já é alguma coisa). A aula não é tão cansativa e você gasta calorias se divertindo."Praticando FIT FLEXvocê perde: 500 Kcal/hO que é: aula de alongamento que utiliza um equipamento formado por duas plataformas em ?V?, com diversos níveis de regulagem. O fit flex protege a coluna, traz mais conforto durante os movimentos e orienta a postura enquanto o aluno faz os exercícios.Benefícios: ajuda a alongar, sem causar muita dor.Dificuldade: fácil.Opinião do repórter: "Tenho alongamento próximo de zero. Exatamente por isso, fujo destas aulas. Este equipamento, no entanto, facilita a execução dos exercícios e torna a atividade menos dolorosa e mais proveitosa."Praticando BODY ATTACKvocê perde: 600 Kcal/hO que é: outra tentativa de atrair o público masculino para as aulas de aeróbica. Os exercícios, em vez de serem relacionados com a dança, como no body jam, incluem movimentos associados a esportes como basquete e vôlei. A aula permite a interação entre os alunos.Benefícios: define os músculos e aumenta a resistência muscular.Dificuldade: fácil.Opinião do repórter: "Não é preciso ter muita coordenação motora para acompanhar a aula. Os exercícios são intensos, cansativos, mas são fáceis de seguir. E você não corre risco de se sentir constrangido, como na aula de body jam."Praticando BODY COMBATvocê perde: 600 Kcal/hO que é: o programa de treinamento combina movimentos do muay thai, tai chi chuan, boxe, kickboxing e caratê, em coreografias com golpes de explosão e música eletrônica vibrante.Benefícios: ajuda a definir os músculos, inclusive do abdômen. E ainda ensina uma coisa ou outra das artes marciais em que se inspira, já que busca ser fiel aos movimentos originais.Dificuldade: de baixo para médio.Opinião do repórter: "Não foi a aula de que mais gostei (não sou muito fã de lutas). Mas é inegável que a atmosfera criada pelas músicas e pelos movimentos empolga a turma.",Praticando POWER PLATEvocê perde: 500 Kcal/hO que é: a aula acontece em um aparelho com uma plataforma vibratória, onde o aluno faz exercícios como abdominais, flexões de braço e agachamentos, em sessões de meia hora. Como a plataforma vibra de 30 a 50 vezes por segundo, é preciso exercitar o equilíbrio.Benefícios: aumenta a massa muscular, enrijece os músculos, melhora a circulação sanguínea e combate a celulite. Também faz drenagem linfática.Dificuldade: baixo.Opinião do repórter: "Até parece aquele aparelho de exercício passivo que tinha a Joana Prado, a Feiticeira, como garota-propaganda. Mas não é. Em teoria, você só tem de se manter na posição certa, mas as vibrações exigem bastante. Em pouco tempo, estava cansado e suado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.