Experiente, Rodrigo dá força para Jordi no gol do Vasco: 'É a hora dele'

O Vasco não poderá contar com o goleiro Martín Silva para o clássico diante do Botafogo, domingo, pelo Campeonato Carioca. O titular da posição está a serviço da seleção uruguaia e, por isso, a vaga caiu no colo do jovem Jordi, de 22 anos. Apesar da pouca idade e da importância do confronto em São Januário, o substituto conta com a confiança do elenco.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

23 de março de 2016 | 13h47

"Não é mais novidade para o Jordi entrar em um clássico. Ele já participou de jogos importantes e tem em mente isso. É o momento que ele tem para mostrar o seu trabalho. Tem que saber que está entrando no lugar de um goleiro de seleção e agora é a hora dele. É preciso ter segurança acima de tudo", declarou Rodrigo nesta quarta-feira.

Este será o segundo confronto entre Vasco e Botafogo neste Carioca, sendo que o primeiro terminou empatado em 1 a 1. As equipes são as principais surpresas da competição, fizeram as melhores campanhas até o momento e ainda não perderam na temporada. Até por isso, a expectativa é de um grande jogo no fim de semana.

"Nós fizemos um jogo bem seguro na fase passada. Iguala um pouco porque nosso time briga bastante pra ter a bola novamente. Por isso, às vezes fica um jogo truncado. Temos um poder de marcação forte e vejo isso no Botafogo também. O Ricardo Gomes conhece muito bem o Vasco. Ele sabe mais ou menos como funciona o nosso time. É um adversário que estudamos muito. O Jorginho procura tudo nos mínimos detalhes. É uma equipe que nos dá muito trabalho e respeitamos bastante", analisou Rodrigo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.