Fã de Lazaroni, Fossati adota três zagueiros no Inter

O Internacional precisa vencer o Deportivo Quito hoje, no Beira-Rio, para garantir a classificação às oitavas de final da Libertadores como primeiro colocado do Grupo 5. O time pode conseguir a vaga como segundo também com empate e até com derrota, mas, nesses casos, depende de resultados paralelos, especialmente no jogo entre Cerro e Emelec, às 19h30, no Uruguai.

Elder Ogliari, De Porto Alegre, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2010 | 00h00

O técnico Jorge Fossati deixou para definir o time momentos nates do jogo, mas indicou que prefere o esquema 3-5-2, com uma linha de três zagueiros, deixando os alas Nei e Kléber livres para apoiar o ataque. O curioso foi o motivo alegado. "Essa distribuição do 3-5-2, gosto desde que o (Sebastião) Lazaroni fazia no Brasil na Copa de 1990. Gostei, principalmente, pelas opções ofensivas. Por ter campo aberto e trabalhar com alas." /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.