Fabiana Murer é ouro em Belém; Maurren ganha bronze

A brasileira Fabiana Murer não estava nos seus melhores dias neste domingo, mas a marca de 4,40 metros no salto com vara foi suficiente para garantir a medalha de ouro no GP de Belém, no Pará. Murer ficou à frente da canadense Kelsie Hendry e da norte-americana Becky Holliday, que empataram em segundo, com 4,30 metros. "Eu fiquei contente porque venci a prova, mas não gostei da minha marca", admitiu a atleta, que já saltou 4,81 neste ano, em Donetsk, na Ucrânia.

AE, Agencia Estado

24 de maio de 2009 | 16h03

"Eu estava bem, mas não consegui acertar a corrida. Hoje, o último pé antes da decolagem estava passando do ponto. Fiquei feliz por ter levado o ouro com o Mangueirão lotado, mas esperava superar a minha melhor marca daqui de Belém, que é 4,55 metros", disse Fabiana, que agora volta suas atenções para a disputa do Troféu Brasil, a partir do dia 4 de junho, no Rio de Janeiro.

Também neste domingo no Estádio Mangueirão, Maurren Maggi decepcionou ao ficar com a medalha de bronze no salto em distância. A campeã olímpica em Pequim saltou 6,59 metros e ficou atrás da compatriota Keila Costa, que conseguiu a marca de 6,72 metros e já garantiu índice para o Mundial de Berlim, em agosto, ficando também com a prata. A vencedora da prova foi a norte-americana Britney Reese, com um salto de 7,06 metros.

Outro destaque do domingo no GP de Belém foi a dobradinha brasileira nos 800 metros masculino. Enquanto Fabiano Peçanha ficou com o ouro, Kléberson Davide conquistou a prata. No lançamento de dardo, Alessandra Resende ganhou o bronze. Já na prova dos 10 mil metros, Marílson dos Santos chegou em quarto. Nos 100 metros, Daniel Bailey, da Antígua, impressionou ao ganhar a prova com o tempo de 9,99 segundos, sendo o primeiro atleta a correr a distância abaixo dos dez segundos na América do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.