Fabiana Murer sente dores e fica em quinto na Ucrânia

A saltadora Fabiana Murer não foi bem neste sábado no seu esperado reencontro com a supercampeã Yelena Isinbayeva. Em Donetsk, na Ucrânia, elas disputaram o Meeting Pole Vault Stars, organizado pelo lendário Sergei Bubka. Enquanto a russa bateu a melhor marca do ano, a brasileira ficou apenas em quinto.

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2011 | 18h23

O Meeting é tido como a grande festa do salto com vara no ano. Nele, os saltos são intercalados entre homens e mulheres, e cada atleta pode escolher uma música para saltar. Outro brasileiro inscrito para o torneio, Fábio Gomes da Silva, que também treina com Elson Miranda, técnico de Murer, não atingiu índice.

Yelena Isinbayeva venceu o torneio feminino com 4,85m, melhor marca do ano. Depois, a russa tentou passar o sarrafo a 5m do chão, o que seria um novo marco na história da modalidade. Não conseguiu, frustrando o público. Completaram o pódio a polonesa Anna Rogowska, com 4,70 m, e Jirina Ptacnikova, da República Tcheca, com 4,60 m.

Sentindo dores, Fabiana ficou nos 4,60m, marca mais baixa do que ela havia atingido em Stuttgart, na semana passada, quando passou pelo sarrafo a 4,64m. A brasileira, que ficou em quinto na Ucrânia, segue tendo a segunda melhor marca indoor do ano, os 4,74m que conquistou em Nova York.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoFabiana Murer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.