Fabiana Murer vence na Suíça e fatura o bi da Liga Diamante

Campineira foi a única a saltar a 4,72m e confirma sua superioridade na temporada sobre suas principais adversárias

Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2014 | 17h50

Fabiana Murer conquistou nesta quinta-feira o título da Liga Diamante, circuito que reúne a elite do atletismo mundial. É a segunda vez que a brasileira é campeã da temporada, repetindo o feito de 2010. Para isso, ganhou a penúltima etapa do calendário - que é a última na disputa do salto com vara -, realizada em Zurique, na Suíça.

Nas cinco etapas que tinha disputado anteriormente nesta temporada da Liga, Fabiana somou três vitórias - em Nova York, Glasgow e Mônaco. Liderava o ranking com 12 pontos, contra sete da grega Katerina Stefandi. Dessa maneira, ela dependia apenas de um segundo lugar em Zurique para ser campeã, mas acabou levando o ouro.

Por ser a última etapa de disputa do salto com vara - a Liga Diamante ainda terá mais um meeting, no dia 5 de setembro, em Bruxelas (Bélgica) -, a prova desta quinta-feira tinha pontuação dobrada. Com a vitória, portanto, Fabiana terminou a temporada com 20 pontos, contra nove da grega, que ficou com o bronze nesta quinta-feira.

A vantagem no ranking da Liga Diamante reflete bem a superioridade de Fabiana sobre as adversárias nesta temporada. Dona da melhor marca do ano - fez 4,80 metros em junho, em Nova York -, a brasileira ganhou com facilidade nesta quinta-feira, com 4,72 metros, deixando a norte-americana Jennifer Suhr em segundo lugar com 4,67 metros.

Para chegar ao ouro em Zurique, a brasileira acertou seus quatro saltos logo na primeira tentativa, em 4,47, 4,57, 4,67 e 4,72 metros. Depois, já com o título assegurado, ela tentou superar o sarrafo a 4,82 metros, o que melhoraria sua melhor marca nesta temporada, mas falhou nas três chances que teve. Mesmo assim, fez festa pelo título.

A saltadora de 33 anos soma, assim, mais uma conquista significativa em sua carreira. Fabiana já foi campeã mundial indoor, em Doha/2010, e também ao ar livre, em Daegu/2011. Agora, passa a ter dois títulos na Liga Diamante. Fica, portanto, apenas a frustração de nunca ter conseguido uma medalha olímpica.

RESULTADOS - Em outra prova de destaque da 13ª das 14 etapas da temporada da Liga Diamante, o jamaicano Kemar Bailey-Cole surpreendeu os favoritos para ganhar o ouro nos 100 metros, com o tempo de 9s96. O também jamaicano Asafa Powell foi o quarto colocado (10s07) e o norte-americano Tyson Gay ficou em último lugar (10s35).

Também nesta quinta-feira, destaque para a derrota do queniano David Rudisha. Atual campeão olímpico e recordista mundial dos 800 metros, ele terminou apenas em terceiro lugar na prova em Zurique, com o tempo de 1min43s96. Foi superado por Nijel Amos (Botsuana), ouro com 1min43s77, e Ayanleh Souleiman (Djibuti), prata com 1min43s93. Amos já havia derrotado Rudisha nos Jogos da Comunidade Britânica, em Glasgow.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.