Fabiane confirma que tentou suicídio

A fundista Fabiane dos Santos, de 25 anos, confirmou, em entrevista para o repórter Roberto Salim, da ESPN Brasil, que tentou suicídio duas vezes, na Espanha, onde está vivendo, por causa da acusação de doping que enfrenta. Fabiane poderá ser a primeira atleta brasileira banida do atletismo se não conseguir provar sua inocência - terá de apresentar defesa na Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Fabiane foi suspensa após resultado positivo, para o hormônio testosterona, em controle antidoping feito no mês de maio, durante o Troféu Brasil, no Rio. Hoje, no programa Sportscenter (a entrevista completa será exibida no Histórias do Esporte de sábado, às 21h15), a atleta confirmou. "Sim tentei. Sim, duas vezes. Porque estou destroçada, estou mal, me sentindo mal. Por isso. Exatamente por isso." Mas quando o repórter quis saber de que forma tentou o suicídio disse que isso "é coisa íntima". O namorado, Edson Leme, conta que interferiu, uma vez, quando Fabiane tentou tomar medicamentos no banheiro de um hotel. Mas na segunda vez, não sabe ao certo o que ocorreu. "Ela estava fora de Madri. Parece que tomou veneno de rato." O argumento de que sua origem indígena (deixou uma aldeia Carajá, no Mato Grosso, com três meses), onde os casamentos consanguíneos são comuns, poderia justificar o excesso de testosterona encontrado em seu corpo não deve ser aceito pela CBAt. A quantidade da droga encontrada no exame indica que foi injetada. Fabiane pode alegar que houve irregularidades no processo do exame antidoping, inclusive na manipulação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.