Fabiano Eller reforça o Santos após três meses

Zagueiro, recuperado de lesão, será a novidade contra o Ituano, amanhã

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

31 de janeiro de 2009 | 00h00

A volta de Fabiano Eller, depois de quase três meses de ausência, deve ser a única mudança do Santos para enfrentar o Ituano, amanhã, às 19h10, em Itu. Fabão, que estreou na temporada no empate com o Mirassol, quinta-feira, deixa o time e Adaílton será o outro zagueiro.Com o retorno de Eller, Márcio Fernandes vai começar a armar o lado esquerdo da defesa para estreia de Léo, provavelmente contra o Palmeiras. Como o reforço é um lateral ofensivo e que marca pouco, vai precisar ter a cobertura do zagueiro.Bolaños também pode estrear amanhã. Ele foi registrado ontem na CBF e o seu nome saiu no BID (Boletim informativo Diário) da entidade. Antes do empate com o Mirassol, por 1 a 1, anteontem, Márcio Fernandes antecipou que o equatoriano vai ser opção na reserva.Mas outro assunto segue rendendo na Vila. O gol nos acréscimos que o time sofreu no empate com o Mirassol ainda não foi digerido. Márcio Fernandes ficou irritado com a falta de concentração do time. Ele considerou o resultado normal, mas não gostou da forma como sua equipe deixou escapar a terceira vitória no Paulista. "Faltou inteligência. O certo era trabalhar a bola", analisou. "A equipe estava debilitada e não poderia se expor e se desgastar mais."Márcio saiu de campo xingado de burro pelos torcedores pela primeira vez desde sua efetivação como substituto de Cuca, na última rodada do primeiro turno do Brasileiro passado. As três substituições que fez - Roni por Germano, Madson por Molina e Triguinho por Pará - foram o motivo dos protestos. Mas ele se defende, afirmando que não pôde fazer as alterações que pretendia em razão do problema físico de Madson e da lesão de Triguinho.VILA LIBERADAO Santos vai mandar seus jogos da Copa do Brasil na Vila Belmiro. A CBF anunciou ontem que o laudo do Corpo de Bombeiros que o clube enviou é válido e que o estádio está em condições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.