Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Fabiano Peçanha avança à semifinal dos 800 metros dos Jogos de Londres

Corredor perdeu a liderança para Nijel Amos, de Botsuana, na parte final da prova

AE, Agência Estado

06 de agosto de 2012 | 07h58

LONDRES - O brasileiro Fabiano Peçanha conseguiu avançar para as semifinais dos 800 metros, nesta segunda-feira, no Estádio Olímpico de Londres. Ele correu a primeira bateria das eliminatórias e esteve à frente do pelotão nos 700 metros iniciais, só perdendo a liderança na parte final para Nijel Amos, de Botsuana. Como chegou em segundo, avançou diretamente de fase.

Classificado para sua semifinal olímpica, Peçanha exaltou a sua estratégia. "Queria fazer uma boa chegada, só que não poderia ser tão lento, senão todos eles acabam tendo uma boa chegada. A parcial foi boa, superei atletas com marcas melhores que a minha, eu tinha apenas o quinto tempo da eliminatória. O grande passo foi dado. Já estou entre os 24, vamos agora pensar na grande final", disse ele, ao SporTV.

O atleta do Pinheiros vai atrás do melhor resultado da sua carreira. Ele foi às semifinais dos Mundiais de Osaka/2007, Berlim/2009 e Doha/2010 (indoor) e a esta etapa também nos Jogos de Pequim/2008, mas sempre ficou entre a quinta e a oitava posição na semifinal. Para ir à final olímpica, vai ter que ficar entre os três melhores da sua eliminatória na terça, às 15h55.

"Eu vou precisar ter um grande dia amanhã (terça). Não posso tornar a prova previsível. Não pretendo puxar a prova. Devo me posicionar com o grupo, sem estar no caixote", disse ele, explicando sua estratégia e lembrando que terá que se superar para ir à final. "Tenho que estar num dia muito especial porque preciso fazer o melhor tempo da minha vida", completou Fabiano, lembrando estar com 30 anos e não ter a mesma forma de 2007, quando fez seu recorde pessoal.

Outro brasileiro que correria os 800 metros, Kleberson Davide não apareceu para competir e acabou eliminado. De acordo com informações do SporTV, ele estaria gripado e teria acordado febril.

Mulheres. Campeã mundial dos 100 metros com barreira feminino em Berlim/2009, a jamaicana Brigitte Foster-Hylton foi eliminada logo nas eliminatórias da prova. Dona da segunda melhor marca do ano, a veterana de 37 anos tropeçou em uma barreira, perdeu velocidade, terminou apenas em sétimo na sua bateria, e não avançou às semifinais. Ao fim da prova, estava inconsolável, chorando muito e recusando até o apoio das adversárias.

A melhor das eliminatórias foi a australiana Sally Pearson, atual campeã mundial e líder do ranking de 2012. Ela venceu a quinta bateria com 12s57, sendo seguida pelas norte-americanas Lolo Jones e Kellie Wells. Grande nome do atletismo britânico, Jessica Ennis, campeã do heptatlo, decidiu não correr os 100m com barreiras, mesmo tendo o quarto melhor tempo de 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.