Fabinho diz o que todos vêem na Série B: ''Somos os melhores''

O discurso humilde, de que a "Série B é competição complicada e o Corinthians precisa manter os pés-no-chão", começa a ser deixado de lado. Ontem, o volante Fabinho, de 28 anos, um dos mais experientes do grupo, disse que após 14 rodadas já dá para cravar: o time é com sobra o melhor da competição."Eu cheguei esperando o pior. Já tinha jogado pelo Corinthians e sei a pressão que é. Imagina na Série B", disse Fabinho. "Mas começamos bem demais e hoje já dá pra dizer sem dúvida que o Corinthians é o melhor time da competição."A conclusão chega após dois bons resultados fora de casa - empate contra o Ceará, 2 a 2, e vitória sobre o Paraná, 2 a 0 - conquistados depois de o time perder a invencibilidade para o Bahia, por 1 a 0 há 10 dias."Poderia ser um momento difícil, só que quando você tem um time bem armado, as coisas ficam mais fáceis. Hoje é difícil dizer que o Corinthians não subiria. Mas não podemos perder o foco." Foco é o que mais o técnico Mano Menezes pede em suas preleções. Ele sempre temeu que uma folga na tabela poderia se transformar em acomodação. A derrota fez com que a diferença para o quinto colocado, que chegou a 12 pontos, caísse para sete. "Temos o melhor elenco, porém não adianta achar que só isso vai ganhar jogo", disse Fabinho. O Corinthians acertou ontem a rescisão de contrato do zagueiro chileno Cristian Suárez. Ele retornaria ao San Felipe, mas, como as inscrições para o campeonato do Chile estão encerradas, foi emprestado ao Chacarita Jrs., da Argentina. A diretoria já estudava a devolução desde a semana passada, já que ele não se adaptou ao Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.