Falcão fala em tirar o Bahia da longa fila

Paulo Roberto Falcão já definiu seu primeiro objetivo como técnico do Bahia: dar ao time o título estadual que não conquista desde 2001, uma eternidade numa competição em que quase sempre apenas duas equipes - a outra é o arquirrival Vitória - brigam pela taça. Falcão apresentou-se ontem, trajando um terno impecavelmente cortado e bastante confiante.

SALVADOR, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2012 | 03h06

"A preocupação de quem assume um time como o Bahia é a obrigação de ganhar o Campeonato Baiano. Mas, pela história, pela tradição do Bahia, a gente pensa em alguma coisa além'', disse. "Mas vamos priorizar. É um campeonato que não é fácil e a gente tem noção disso.''

Falcão terá um bom teste já logo em sua estreia, domingo, no Ba-Vi. "É um clássico importante como é o Gre-Nal. Sempre é importante ganhar. Eu acho que, no nosso caso, o objetivo é o campeonato. Não é só o próximo jogo. Mas o Vitória é sempre um jogo diferente'', reconheceu.

Ele voltou para Porto Alegre, para resolver assuntos particulares, e só começa a trabalhar na sexta-feira. Até lá seu auxiliar, Julinho Camargo, comanda o time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.