Falcão fecha seu primeiro treino no Inter

A maior parte do primeiro treino de Paulo Roberto Falcão como técnico do Internacional, ontem, foi realizada com portões fechados. O treinador, que assumiu na segunda-feira prometendo um futebol alegre, frustrou a expectativa de cerca de 80 torcedores que foram ao Beira-Rio, entre eles alguns do interior do Rio Grande do Sul. Eles chegaram ao estádio convictos de que veriam o antigo ídolo do time em ação, mas ficaram decepcionados.

Elder Ogliari / PORTO ALEGRE, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2011 | 00h00

Quando os portões do estádio foram abertos aos repórteres e aos torcedores, já passava das 18 horas e o Beira-Rio estava com os refletores ligados.

Demonstrando disposição para o trabalho, de acordo com seus auxiliares, Falcão permaneceu mais de uma hora orientando Kleber, Leandro Damião, D"Alessandro e Andrezinho nas cobranças de falta, em um dos lados do campo. No outro, os demais jogadores treinavam jogadas de ataque, como cruzamentos e conclusões, sob o comando do auxiliar Julinho Camargo.

O vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Siegmann, disse que, por algum período nesse início de trabalho, Falcão poderá repetir a estratégia de fechar os treinos para orientar os jogadores em relação ao posicionamento e definir o esquema de jogo. Falcão não deu entrevista.

O lateral Kleber contou que o técnico começou a expor suas ideias táticas, mas admitiu que isso ainda não deve aparecer rapidamente. O Inter tem dois jogos decisivos: sábado, contra o Santa Cruz, pelo Gaúcho, e na semana que vem, contra o Emelec, pela Libertadores.

O volante argentino Bolatti comentou a responsabilidade de jogar na mesma posição de um ídolo do clube e sob a orientação dele. "Ter à frente alguém com a história de Falcão é importante para mim; espero poder captar o que ele sabe.""

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.