Falta de fôlego preocupa Del Bosque

GNIEWINO,  POLÔNIA - O técnico espanhol Vicente Del Bosque tem muitas preocupações antes do embate contra Portugal na quarta-feira, pelas semifinais da Euro 2012. Além da qualidade e velocidade dos atacantes lusos Cristiano Ronaldo e Nani, ele vem perdendo o sono com o "péssimo" estado físico de seus jogadores, como David Silva e Iniesta. Contra a França, pelas quartas de final, Del Bosque sustituiu os dois.

O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h08

Ontem, o observador da seleção espanhola Paco Jimenez fez uma cuidadosa radiografia de Portugal, concluindo que ele será "um adversário muito perigoso", que a Espanha deve ter cuidado. "Quem pensa que se trata só de Cristiano Ronaldo e nada mais, está enganado. Eles têm uma grande equipe, com dois dos melhores centrais europeus, dois bons laterais, um meio-campo que sabe trocar e prender a bola. E, no ataque, além de Ronaldo, contam com Nani, um futebolista pouco badalado mas impressionante."

Paco Jimenez alertou ainda que o time português gosta de jogar em contra-ataque e que não deverá mudar essa sua forma de atuar na quarta-feira. "Não creio que mudem", disse. "Se fizerem isso, poderão complicar as coisas para eles."

A Espanha está baseando seu sucesso na Euro em grande parte na segurança de sua defesa. O goleiro Casillas já soma 300 minutos sem ser batido. No jogo contra a França, pelas quartas, ele só teve de fazer uma defesa, o que mostra o alto nível defensivo da equipe, que pressiona o adversário desde o ataque.

"Que a França só tenha conseguido uma oportunidade de gol é sinal de que estamos atuando solidariamente, com todos ajudando na defesa", disse o meia Xavi Hernández. O zagueiro Piqué concorda: "Defensivamente, estamos fazendo uma grande Euro com toda a equipe mentalizada em manter Casillas sem tomar gols. É o nosso segredo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.