Faltou pouco para Massa conseguir um lugar no pódio

Brasileiro fez uma ótima corrida, terminou em quarto e está otimista para o restante da temporada

MELBOURNE, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2013 | 02h08

A começar pela classificação, Felipe Massa deu mostras de ter resgatado o seu melhor: obteve a quarta colocação no grid, uma à frente do companheiro Fernando Alonso. O passo seguinte foi a largada na corrida, excelente. Saiu do quarto para o segundo lugar ao ultrapassar Lewis Hamilton, da Mercedes, e Mark Webber, da Red Bull.

E na sequência apresentou ritmo de corrida que lembrou o piloto que disputou o título em 2008, recebendo a bandeirada em quarto. Massa sequer levou em consideração a hipótese de ter sido preterido pela Ferrari por Alonso tê-lo ultrapassado no segundo dos três pit stops que fizeram. "Estou um pouco frustrado, lógico, mas ao mesmo tempo saio daqui com uma sensação positiva", disse Massa.

Da largada até a sexta volta ocupou o segundo lugar, atrás de Sebastian Vettel. Com o pit stop do alemão (sexta volta) assumiu a liderança por uma volta. Adrian Sutil, da Force India, sem parar, era o primeiro na 14.ª volta. Quando fez sua segunda parada, na 23.ª volta, Massa acabou bastante prejudicado. "Não foi a hora ideal para o pit stop." Alonso havia feito o seu na 20.ª e conseguiu ultrapassar Massa e Vettel na operação.

O piloto da Ferrari explicou que seguiu a estratégia programada pela equipe, enquanto Alonso arriscou ao antecipar o segundo pit stop,para tentar ultrapassá-lo e se deu bem, porque ganhou sua posição e a de Vettel, segundo. Sem parar nos boxes, ainda, na 20.ª volta, Sutil liderava. Kimi Raikkonen, da Lotus, o vencedor,só assumiu a liderança efetivamente na 43.ª volta, ao ultrapassar Sutil. O finlandês fez duas paradas, contra três da grande maioria.

Perder a colocação para Alonso nos boxes o incomodou um pouco, mas mesmo assim ele ressaltou o saldo positivo. "Disputei a minha melhor corrida nesta pista que sempre foi difícil para mim. Hoje era dia para pódio. Mesmo quando terminei em terceiro aqui (2010) não andei tão bem. Hoje, sim."

Massa lembrou que foi importante também começar o ano no bloco da frente. "Tudo muito diferente do ano passado e de todos os problemas que tive."

Ele mostrou-se veloz, seguro, agressivo e determinado. Se a Ferrari fizesse o segundo pit stop duas voltas antes, teria boas chances de receber a bandeirada em terceiro - na frente de Vettel, com ritmo pior do que o seu.

A respeito do GP da Malásia, domingo, comentou: "Outro clima, bem quente, outra pista e outros pneus. Não dá para dizer nada." Massa deixou no ar o que não havia há dois anos: perspectiva de uma bela temporada. L.O.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.