Favoritos avançam aos trancos e barrancos em Paris

Enquanto Djokovic descansa, Nadal, Sharapova e Murray sofrem em suas partidas em Roland Garros

, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2011 | 00h00

PARIS

Com muita dificuldade, os favoritos ao título de Roland Garros seguem na competição. A exceção foi o número 2 do mundo, o sérvio Novak Djokovic, que com a desistência do italiano Fabio Fognini, contundido, passou direto para as semifinais. Outros, como a russa Maria Sharapova, o espanhol Rafael Nadal e o britânico Andy Murray, tiveram dia duro. Os resultados de ontem também definiram uma grande atração para o torcedor na próxima fase: um novo encontro entre Nadal e o sueco Robin Soderling.

O espanhol passou por dificuldades no primeiro set contra o croata Ivan Ljubicic, mas acabou vencendo seu jogo por 7/5, 6/3 e 6/3. Saiu de quadra questionado sobre seu desempenho e dizendo que o que está jogando não é suficiente para aspirar ao sexto título no Grand Slam francês.

"É certo que estou jogando mal. Mas é preciso ver adiante e pensar que estou nas quartas de final. Há muita exigência", reclamou o número 1 do mundo. "Nem sempre se pode jogar bem, mas há sete anos que estou entre os números 1 e 2 (do mundo)."

Na próxima fase, o espanhol pega Soderling, o único tenista para quem já perdeu em Roland Garros

Murray (n.º 4) foi quem mais sofreu na rodada. Teve de administrar uma contusão no tornozelo direito durante todo o jogo contra o croata Viktor Troicki. Por causa da falta de luz natural, a partida foi interrompida ao fim do quarto set (4/6, 4/6, 6/3 e 6/2) e o britânico continua seu combate contra as dores e o adversário hoje. O suíço Roger Federer (nº 3) enfrenta o francês Gael Monfils.

Feminino. Mais uma vez, a russa Maria Sharapova sofreu bastante, mas sobreviveu em Roland Garros ao derrotar a polonesa Agnieszka Radwanska por 7/6 (4) e 7/5.,

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.