Jose Sena Goulao/Efe
Jose Sena Goulao/Efe

Favoritos avançam e seguem busca por Gabriel Medina

Competição volta em Portugal, depois de alguns dias parada, sem boas condições de surfe por causa do vento

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2014 | 09h13

Nas primeiras baterias deste domingo, 19, no retorno da etapa de Portugal do Circuito Mundial de Surfe, os favoritos venceram na repescagem, mantiveram as chances de título, mesmo distantes de Gabriel Medina, mas reconheceram que o brasileiro ainda é o grande favorito. "Ele está longe demais da gente. O Gabriel precisa vencer duas baterias para me eliminar. Então estou vindo com o foco de apenas surfar", diz John John Florence, que venceu o português Nic Von Rupp por 11,67 a 9,66 pontos.

O surfista está na quinta posição no ranking mundial e vem de um terceiro lugar, um segundo e um primeiro. Sabe que ficou distante da briga e só pode sonhar se Gabriel perder precocemente na praia de Supertubos, em Peniche. Já o australiano Mick Fanning, que superou o conterrâneo Jacob Willcox por 17,93 a 7,43 pontos, também vê o brasileiro com a mão na taça. "É mais fácil estar na liderança, então preciso esquecer minha posição e surfar", explica.

A competição voltou depois de alguns dias parada, sem boas condições de surfe por causa do vento. A intenção da organização é realizar o máximo possível de baterias neste domingo para tentar acabar o evento até terça-feira. Existe até uma expectativa de encerrar um dia antes, pois na terça, apesar das condições satisfatórias, as ondas estarão pequenas. "O vento diminuiu, consegui até pegar uns tubos, mas o mar está imprevisível", continua.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeetapa de PenicheCircuito Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.