Federação chinesa oferece psicólogo para Liu Xiang

Ídolo fracassou em Pequim e técnico diz que lembrança da decepção ainda está na mente do atleta

EFE,

29 de outubro de 2008 | 17h36

A federação chinesa de atletismo pode oferecer ajuda psicológica para que Liu Xiang supere o trauma de abandonar a corrida dos 110 metros com barreiras nos Jogos de Pequim, em que tentava o bicampeonato olímpico."O problema de Liu não está só no tendão de Aquiles. Também há uma grande sombra em sua mente. Conseguiremos um psicólogo para ele se necessário", comentou o treinador da seleção, Feng Shuyong, ao jornal China Youth Daily.Liu passou de maior esperança da torcida chinesa a grande fracasso dos Jogos ao abandonar a prova, ainda nas eliminatórias, em razão de uma tendinite crônica no tendão de Aquiles.Ele até tentou largar, mas desistiu depois que um de seus adversários queimou a saída. O atleta só vestiu a camisa da prova no último instante e puxava a perna o tempo todo, mostrando não ter condições de correr."O incidente nos Jogos já completou 70 dias. Liu aparenta ter superado, mas a lembrança daquilo ainda é algo muito grande para ele", comentou o técnico.Feng deu as declarações no mesmo dia em que o ex-recordista mundial dos 110 metros com barreiras viajou aos Estados Unidos em busca de tratamentos para a lesão, que constantemente o atrapalha.Além de abandonar a disputa na capital chinesa, Liu ainda perdeu a melhor marca mundial e o ouro para o cubano Dayron Robles, seu grande rival.O atleta, de 25 anos, percorrerá três cidades dos EUA para ouvir cinco terapeutas. Uma de suas escalas será Houston, onde encontrará o compatriota Yao Ming, pivô do Houston Rockets na NBA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.