Federação de Vela recorre ao COB e fica sem diretoria

A Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM) recorreu nesta segunda-feira ao Comitê Olímpico Brasileiro, depois de realizar assembléia no Rio, pedindo ajuda à entidade para "sanear as áreas administrativa e financeira da FBMV e preservar as atividades técnicas e esportivas da vela brasileira", segundo nota distribuída à imprensa. O pedido de socorro foi definido pelo Conselho de Representantes da FBVM e pela diretoria da entidade, que apresentou sua renúncia logo em seguida, no que foi acompanhada pelo Conselho Fiscal, devido a problemas tributários recentes. Os velejadores Lars Grael e Alan Adler eram, respectivamente, presidente e vice da federação e tinham assumido os cargos há apenas 12 dias. O COB aceitou a solicitação "e nomeará até o final do mês um delegado, que responderá pela entidade, e contratará uma auditoria externa independente para avaliar as questões financeiras". Essas questões financeiras seriam dívidas contraídas em administrações anteriores. Apesar da renúncia, Lars Grael e Alan Adler receberam convite do COB para dirigir as áreas técnica e esportiva da FBVM para garantir a melhor preparação possível para o Pan do Rio, em julho, e também para os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. De 4 a 11 de fevereiro, acontecerá o Pré-Pan, no Iate Clube do Rio, e um mês depois será realizado o Pré-Olímpico, em Búzios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.