Federação de vôlei derruba suspensão de Pedro Solberg

Uma carta do médico brasileiro Eduardo de Rose, membro da Agência Mundial Antidoping (Wada), fez a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) cancelar a suspensão de Pedro Solberg, cujo exame feito no Rio, em maio, havia dado positivo para a utilização do esteroide exógeno androstane. O especialista convenceu a entidade de que há dúvidas nos procedimentos do laboratório Ladetec, que demorou mais de um mês para divulgar o resultado do exame devido ao acúmulo de testes por causa da realização dos Jogos Mundiais Militares.

, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2011 | 00h00

Solberg pode voltar a competir junto com seu parceiro Rhooney Ferramenta até que seu caso seja julgado, o que deve ocorrer nas próximas semanas. O jogador havia sido suspenso preventivamente no dia 13 de julho e ontem mesmo, horas antes do cancelamento de sua suspensão, havia recebido o resultado positivo da contraprova de seu exame.

"Pela carta que recebi do Dr. De Rose, existem vários indícios que geram dúvidas", afirmou Solberg ao SporTV. "A suspensão caiu baseada neste fato. Não seria justo eu ser punido por algo que não fiz." Ele deve voltar a competir no dia 23, na Holanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.