Federação diz que judoca saudita precisará lutar sem véu

A Federação Internacional de Judô avisou nesta quinta-feira que uma lutadora saudita, uma das primeiras mulheres a representar o país na Olimpíada, não será autorizada a utilizar o véu durante os combates nos Jogos de Londres. Presidente da federação, Marius Vizer explicou que "de acordo com os princípios e espírito do judô", Wodjan Shaherkani não pode lutar utilizando um lenço na cabeça.

AE-AP, Agência Estado

26 de julho de 2012 | 12h58

A judoca saudita está inscrita na categoria até 78kg e vai estrear na Olimpíada de Londres contra a porto-riquenha Melissa Mojica, de acordo com o sorteio realizado nesta quinta. O porta-voz da federação, Nicolas Messner, disse que a decisão foi tomada devido às preocupações com a segurança do atletas, em razão dos golpes utilizados no esporte.

Essa decisão pode colocar em risco a participação de Wodjan Shahrkhani nos Jogos Olímpicos. Os líderes sauditas só concordaram em mandar mulheres para os Jogos pela primeira vez na condição de que elas poderiam usar as roupas consideradas "apropriadas" para as mulheres muçulmanas, incluindo o véu.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadajudôArábia Saudita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.