Federações rompem com associação após ataque de dirigente ao COI

A Associação de Federações Olímpicas de Verão anunciou nesta terça-feira que suspendeu as suas relações com a Sportaccord, a Associação Geral das Federações Esportivas Internacionais, em razão dos ataques realizados por Marius Vizner, que a preside, ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

Estadão Conteúdo

21 de abril de 2015 | 16h20

Durante o encontro, Vizer, que também preside a Federação Internacional de Judô, acusou o comitê de ser pouco transparente, ignorando as federações e bloqueando seus planos para novas competições multiesportivas.

As declarações revoltaram as Associações de Comitês Olímpicos Nacionais e também a Associação de Federações Olímpicas de Versão (ASOIF, na sigla em inglês), que agora anunciou o seu rompimento com o Sportaccord, por não concordar com os ataques a Thomas Bach, presidente do COI, e pelo desejo de Vizer de criar um evento que iria concorrer com os Jogos Olímpicos.

Segundo o conselho da ASOIF, a decisão foi tomada de modo unânime em razão das últimas ações de Vizer. "O conselho decidiu de modo unânime suspender a associação da AOIF com Sportaccord com efeito imediato", disse a ASOIF em seu comunicado oficial.

A medida será discutida na assembleia geral da ASOIF, que está marcada para esta quarta-feira em Sochi, na Rússia. O organismo representa os 28 esportes que são disputados nos Jogos Olímpicos de Verão. Entre os seus integrantes está a federação de judô, presidida por Vizer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.