Federer e Safin são contra o uso do replay no tênis

O tenista número um do mundo, o suíço Roger Federer, e o russo Marat Safin revelaram nesta quarta-feira que são totalmente contra a introdução do sistema de replay que permitirá rever os lances que gerarem dúvidas nos jogos de tênis."É uma loucura o que está acontecendo. É um total desperdício de dinheiro", revelou Federer, em entrevista ao jornal alemão Die Welt. O suíço foi apoiado por Safin, que já ganhou o Torneio de Wimbledon e os Abertos dos Estados Unidos e da Austrália. "Quem é o gênio que teve essa idéia idiota? (Os organizadores) gastam muitos dólares para fazer o tênis mais livre e atrativo. Porém, a utilização do vídeo vai contra tudo isso", contou o russo.O sistema será utilizado pela primeira vez em um torneio profissional de tênis nesta quarta-feira, em Miami. A princípio, o uso do replay estará restrito apenas à quadra central. Cada jogador poderá recorrer duas vezes por set.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.