Federer mostra todo o seu apetite já na estreia

Se o objetivo era mostrar para o mundo que Rafael Nadal tem, sim, um grande adversário neste Australian Open, Roger Federer atingiu a meta com sobras. O suíço, número 2 do mundo, atropelou o eslovaco Lukas Lacko (97.º do ranking) em sua estreia no torneio: 6/1, 6/1 e 6/3, em apenas 1h24 de partida.

, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

Agressivo - 45 winners e 18 erros não forçados -, Federer conquistou a 11ª vitória seguida. Desde que perdeu para Gael Monfils nas semifinais do Masters de Paris, no ano passado, o suíço não é derrotado em partidas oficiais. Conquistou o título da Masters Cup de Londres no final da última temporada e a taça do Torneio de Doha há pouco mais de uma semana. "Joguei muito bem", disse Federer, sem constrangimento.

Federer é o atual campeão do Australian Open e está em busca de sua quinta conquista - venceu o torneio também em 2004, 2006 e 2007. É a principal ameaça à conquista de quatro títulos seguidos de Grand Slam que Rafael Nadal persegue. Hoje, no entanto, enfrenta um dos poucos adversários contra quem tem retrospecto negativo: Gilles Simon. O suíço perdeu as duas partidas que disputou com o francês, 34.º do ranking. "Isso não muda minha preparação, embora procure lembrar do que não funcionou contra ele nos nossos confrontos", disse.

O primeiro dia de torneio já apresentou algumas zebras. Nikolay Davydenko, que chegou às quartas de final em 2010, perdeu para Florian Mayer: 6/3, 4/6, 7/6 (7/4) e 6/4. Novak Djokovic, 3.º do mundo, teve estreia segura. Bateu Marcel Granollers por 3 sets a 0 (6/1, 6/3 e 6/1).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.