Federer precisa de 3h34 para não repetir Nadal

LONDRES - Por pouco Roger Federer não seguiu o mesmo caminho do espanhol Rafael Nadal e ficou fora do torneio de Wimbledon. O suíço, 3.º do mundo, precisou nesta sexta de 3h34 para bater o francês Julien Benneteau por 3 sets a 2, de virada: com parciais de 6/4, 7/6(3), 2/6, 7/6(6) e 6-1. "Foi um duelo duro", disse Federer. "Oh, meu Deus, foi brutal. Talvez, tenha tido alguma sorte. Mas lutei muito até o fim."

O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2012 | 03h02

Na quinta-feira Nadal, segundo do ranking mundial, foi eliminado pelo checo Lukas Rosol, 100.º do mundo, e parecia que Federer seria o segundo favorito a cair, após perder os dois primeiros sets e ficar a dois pontos da derrota em seis ocasiões. "Demonstrou que é grandioso. O melhor de todos", afirmou Benneteau. "Mentalmente é uma rocha. Esteve dois sets atrás e não se abalou em nenhum momento."

Já o sérvio Novak Djokovic só teve problemas no primeiro set diante do também checo Radek Stepanek, quando perdeu por 6/4. Depois marcou um triplo 6/2. Na quarta rodada seu rival será o compatriota Viktor Troicki.

Tudo o que sabemos sobre:
Tenis olímpiadas 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.