Felipão adota cautela, mas vê Brasil pronto para semi

Treinador ainda destacou a qualidade do Uruguai, possível rival

AE, Agência Estado

22 de junho de 2013 | 19h38

SALVADOR - Cada vez mais satisfeito com o futebol apresentado pela

Para o treinador, a vitória deste sábado marca mais um degrau na evolução do time brasileiro desde os amistosos disputados na Europa, em fevereiro e março. "Estamos melhorando desde aqueles jogos na Europa, contra Itália e Rússia. A partir dali, começamos a melhorar um pouco, mas só estamos com uma equipe definida e com alguma qualidade a partir da chegada dos jogadores no Rio e dos treinamentos que nos levaram até este momento aqui [na Copa das Confederações]".

Na expectativa para descobrir o adversário na semifinal, Felipão aposta no Uruguai, considerado o favorito para ficar com a segunda vaga no Grupo B - a primeira deve ser conquistada pela Espanha. E já prevê um duelo complicado em busca do lugar na aguardada decisão.

"Eu não observei os jogos dos outros times. O nosso observador é o [Alexandre] Gallo e ele nos disse que o Uruguai está muito bem armado. E está em excelentes condições. Na opinião dele, é a equipe que melhor se posicionou em campo nesta fase", disse o técnico. "É uma equipe completa, muito bem trabalhada, pelo [Óscar] Tabárez".

Apesar da preocupação, Felipão demonstra confiança na vaga na final. E se diz satisfeito por poder alcançar neste sábado o recorde de 11 vitórias consecutivas em jogos oficiais da seleção, desde 2002 - inclui jogos das Eliminatórias e da Copa do Mundo.

"O recorde é uma maravilha. Sempre queremos estar em uma situação de ter atingido algo diferente de outros técnicos. É excelente. Vamos atrás do 12º, 13º [triunfo] para fazer com que os técnicos que me sucedam tenham dificuldades de me superar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.