Felipão aprova time; a torcida, não

Felipão decepcionou quem esperava um treinador irritado com seu time por levar um 3 a 0 em casa. O técnico chamou para si a responsabilidade do tropeço e fez questão de elogiar a atuação do Palmeiras.

, O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2011 | 00h00

Para Felipão, o resultado não foi produto de um domínio do Inter, muito menos de uma partida ruim do Palmeiras, mas sim das circunstâncias. "Dentre os últimos dez jogos eu diria que essa foi uma das nossas melhores partidas. O time jogou bem."

Felipão entendeu como natural os protestos da torcida. O time saiu de campo vaiado pelos torcedores. O técnico, em tom sempre sereno, defendeu o trabalho da diretoria.

"Quero dizer que a diretoria não tem nenhuma culpa nesta partida. O resultado foi reflexo do que não fizemos em campo."

Mas, para a torcida a culpa da irregularidade do time é dos dirigentes. O diretor de futebol, Roberto Frizzo, que assistia à partida das numeradas, foi xingado e deixou o local cercado por oito seguranças, antes do apito final. E garantiu que o clube não vai contratar mais ninguém este ano e já pensa em 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.