Felipão: 'Se tivesse atacantes puros, jogaria diferente'

O Palmeiras mostrou no Olímpico que jogar fora de casa tem sido o melhor negócio. No dia do aniversário de 107 anos do Grêmio, o time alviverde chegou à sétima partida sem derrota como visitante. Mesmo com o triunfo, Luiz Felipe Scolari reafirmou que sua equipe seguirá como coadjuvante no Campeonato Brasileiro. "Alguns times se superam em determinados jogos, mas não tem atletas para fazer frente", disse, citando que o Palmeiras faz perto de um grupo que está longe das condições de Fluminense, Cruzeiro e Corinthians, por exemplo.

, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2010 | 00h00

Felipão explicou por que entrou com quatro volantes. "Tenho de usar as características dos meus jogadores", falou. "Se eu tivesse atacantes puros, que atuam nos lados do campo com velocidade, eu até poderia jogar diferente." O treinador também destacou a melhora nos arremates. "Desta vez, definimos melhor os lances de gol. E tivemos posicionamento, pegada e disciplina tática." Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, reclamou da postura defensiva rival. "Pegamos um adversário que não queria jogar. É fácil jogar na casa do adversário com 3 ou 4 volantes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.