Felipão: última chance de ver os garotos

Luiz Felipe Scolari bem que podia reclamar da partida de hoje. O Palmeiras, afinal, já não tem pretensões no Brasileiro faz tempo. O treinador, porém, vê pontos positivos no confronto contra o Cruzeiro: será a última chance de ver os jovens e as promessas do time em ação.

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2010 | 00h00

Felipão tenta tirar a pressão de cima da equipe, mas nem por isso deixa de cobrar. Quer os garotos com responsabilidade, independentemente qual for o resultado. "Quero que eles joguem normalmente, que tenham entusiasmo", pediu. "Só quero saber se posso contar com eles no ano que vem."

Jogadores como Patrik, Fernando, Vinicius e Luís Felipe sonham com novas chances. Felipão, no entanto, faz um alerta. "Com as oportunidades, eles vão fazer a vida deles. Mas já aviso: eles não vão ser a solução para o clube", falou.

O fato de o jogo ser contra um time que ainda luta pelo título é bom, segundo Felipão. "A gente vai ver em que nível eles (os jovens) respondem e se podem fazer parte do grupo do ano que vem", avisou, mandando um recado para o Cruzeiro. "A gente vai engrossar um pouco no domingo", falou, esperando acabar com a sequência de três jogos sem vitória no Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.