Felipão vai ter de mudar a equipe

O técnico Luiz Felipe Scolari vai ser obrigado a mudar o Palmeiras para o decisivo jogo que vale vaga na final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, quinta-feira, na Arena Barueri: Luan está machucado e Marcos Assunção e Valdivia ainda são dúvida.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2012 | 03h07

Luan e Assunção deixaram a partida de domingo, no empate com o Vasco por 1 a 1, reclamando de dores na coxa direita.

O caso do atacante é mais grave e ele já está descartado para o próximo jogo, podendo ficar mais de um mês parado - vai passar por exames hoje para saber a gravidade da lesão.

Já Assunção foi submetido a exames na coxa ontem, mas ainda não sabe se poderá atuar na quinta-feira. "Temos de esperar o resultado para saber se foi apenas uma pancada ou uma lesão", explicou o médico Otávio de Vilhena.

No treino de ontem, Valdivia correu em volta do gramado e fez um trabalho físico separado dos companheiros, mostrando estar recuperado das dores no joelho direito. "Ele está correndo no campo", limitou-se a dizer Vilhena.

A questão do chileno nem é tanto médica. Como ainda não definiu seu futuro após o sequestro relâmpago que sofreu, a questão é saber se ele realmente quer continuar no Palmeiras. E Felipão não vai escalar ninguém que tenha essa dúvida.

Sem Luan, o treinador deve dar mais uma chance a Mazinho, que vem jogando bem - ele marcou contra o Vasco, domingo, e semana passada contra o Grêmio. Caso Valdivia e Marcos Assunção não joguem, a tendência é que Daniel Carvalho siga na armação e Márcio Araújo retome sua vaga no meio.

O esquema com dois zagueiros e Henrique avançado como volante deve ser mantido, já que o time tem vantagem de dois gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.