Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Felipe França vence 100 metros peito no José Finkel

Com o tempo de 56s79 no Maria Lenk, nadador é o mais rápido do ano em piscina curta

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 13h15

O nadador Felipe França confirmou o favoritismo nesta quinta-feira e venceu os 100 metros peito no Troféu José Finkel, disputado no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Com o tempo de 56s79, ele deixou Henrique Barbosa na segunda colocação (58s05), resultado que garantiu os dois no Mundial de Dubai de piscina curta, em dezembro.

O tempo de França ainda estabeleceu o novo recorde do campeonato e foi o mais rápido do ano em piscina curta - o anterior, de 57s64, pertencia ao próprio brasileiro. Ele ainda ficou próximo de bater a sua marca sul-americana, de 56s49.

"Ainda não pensei nas provas em piscina olímpica. Agora vou sentar com meu técnico (Arilson Silva), com o nutricionista e ver como podemos levar esses bons resultados nas provas de 100 m e 200 m também para a piscina de 50 metros. No Mundial, a meta é vencer", contou França.

Kaio Márcio também não decepcionou e faturou os 100 metros borboleta com 51s03, garantindo vaga no 4x100 metros medley em Dubai. Gabriel Mangabeira foi o segundo (51s53), seguido por Glauber Silva (51s58). "Foi bom. Última chance sempre é mais difícil", comemorou Kaio.

Na prova feminina dos 100 metros borboleta, Gabriella Silva venceu com 57s97 e quebrou o recorde do campeonato de 58s77, estabelecido pela holandesa Inge de Bruijn em 1998. A segunda posição ficou com a norte-americana Kimberly Vandenberg (58s96), enquanto a brasileira Daiene Dias (59s32) foi a terceira.

Recordista mundial em três provas, a norte-americana Jessica Hardy confirmou o favoritismo e venceu os 100 metros peito (1m05s71), deixando Carina Joline Hostman em segundo e Tatiane Sakemi em terceiro. E nos 400 metros livre, a chilena Kristel Kobrich bateu o recorde da competição com 4m08s06. Manuella Lyrio ficou com a prata e Poliana Okimoto com o bronze.

Ainda nesta quinta-feira, Lucas Kanieski venceu os 400 metros livre com 3m46s94, deixando com a prata o atual recordista sul-americano da prova, Armando Negreiros. Pela semifinal dos 50 metros costas, Guilherme Guido melhorou sua marca das eliminatórias, fechou em 23s54 e estabeleceu novo recorde do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.