Felipe Lima avança à final dos 100m peito em Barcelona

Se no Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai, em 2011, o Brasil fez apenas seis finais, apenas no primeiro dia do Mundial de Barcelona a delegação brasileira já conseguiu chegar a quatro. Neste domingo, completando uma boa estreia do País, Felipe Lima foi o quinto mais rápido das eliminatórias dos 100m peito, avançando para a briga por medalhas na prova, segunda-feira.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 15h05

Para tanto, Felipe fez o melhor tempo da sua vida nos 100m peito sem trajes tecnológicos: 59s84, quebrando a barreira do um minuto. O mais rápido das eliminatórias nesta noite de Barcelona foi o australiano Christian Sprenger, com 59s23, seguido do norte-americano Kevin Cordes e do sul-africano Cameron Van der Burgh, empatados em 59s78.

O outro brasileiro que estava na semifinal dos 100m peito não conseguiu avançar à decisão. João Gomes Júnior terminou apenas com o 14º tempo: 1min00s40. O japonês Kosuke Kitajima, bicampeão olímpico, que não fez o índice para o Mundial mas mesmo assim foi inscrito por seu país, passou para a final como o oitavo mais rápido.

REVEZAMENTO - Na primeira final que o Brasil disputou, ficou sem medalhas. Na última prova do dia em Barcelona, a equipe masculina do revezamento 4x100m livre terminou no sétimo lugar, com o tempo de 3min14s45. O time teve Nicolas Nilo Oliveira, Fernando Ernesto, Vinicius Waked e Marcelo Chierighini. Este último fechou a prova com 47s56, sendo o mais rápido dentre os nadadores que competiram ao lado dele.

Nesta prova, uma chegada emocionante, com quatro equipes brigando pelo ouro. O título ficou com a França, com meros 0s24 de vantagem sobre os EUA. A Rússia fechou com o bronze e a Austrália de James Magnussen terminou fora do pódio, apesar do tempo apenas 0s40 menor que o dos norte-americanos. Itália e Alemanha também acabaram à frente do Brasil.

FEMININO - Na única semifinal da natação brasileira feminina neste domingo, Daynara de Paula abaixou o seu tempo para 59s04, melhor 0s12 do que fez pela manhã, nas eliminatórias, mas mesmo assim ficou longe da classificação à final, em 15º. A última classificada, Claire Donahue (EUA), fez 58s44.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.