Minas/Divulgação
Minas/Divulgação

Felipe Lima fatura ouro nos 50 m peito no GP de Santa Clara de Natação

Já Nicholas Santos conquista medalha de bronze nos 100 m livre

Estadão Conteúdo

22 de junho de 2015 | 09h53

O Brasil fechou com a conquista de três medalhas a sua participação no GP de Santa Clara de Natação, encerrado na noite deste domingo, nos Estados Unidos. Felipe Lima faturou o ouro nos 50 metros peito, Nicholas Santos foi bronze nos 100 m livre e a equipe brasileira também ficou com o terceiro lugar na final da prova dos 4x400m medley.

Assim, o Brasil terminou o evento norte-americano com nove medalhas, depois de ter obtido outras seis nos dois primeiros dias da competição, com destaque para o ouro conquistado por Daynara de Paula nos 100 m borboleta e a prata de Bruno Fratus nos 50 m livre. Já os outros pódios do País vieram com as pratas de Henrique Martins e Daynara de Paula nos 50 m borboleta, o bronze de Thiago Pereira nos 200 m peito e o ouro no revezamento 4x200 m livre masculino.

Destaque brasileiro neste domingo, Felipe Lima ficou com o ouro nos 50 metros peito depois de já ter liderado as eliminatórias da prova. Na final, o atleta do Minas garantiu o topo do pódio ao marcar 27s65, superando com folga o segundo colocado, o norte-americano Glenn Snyders, prata com 28s11, enquanto outro nadador da casa, Chuck Katis, ficou em terceiro com 28s32.

Nas eliminatórias, Felipe Lima já havia sido o primeiro colocado com facilidade ao cronometrar 27s86, sendo que ele foi o único a nadar na casa dos 27s no GP de Santa Clara. Assim, o atleta exibiu força antes de partir para a disputa do Jogos Pan-Americanos de Toronto, que acontecem no próximo mês, no Canadá, e do Mundial de Kazan, que ocorrerá entre julho e agosto, na Rússia.

Nos 100m livre, por sua vez, Nicholas Santos conseguiu fazer uma boa prova de recuperação após largar mal. Ele acelerou na segunda metade da disputa para levar o bronze com o tempo de 49s60, ficando atrás do russo Vladimir Mozorov, ouro com 49s28, e do argentino Federico Grabich, prata com 49s50.

O brasileiro Marcelo Chierighini também disputou esta final e chegou a liderar parte da prova, mas não teve fôlego para sustentar a posição e fechou aprova apenas em sexto lugar, com o tempo de 49s74, sendo superado, inclusive, pelo seu compatriota João de Lucca, quinto colocado com 49s63. Curiosamente, o norte-americano Nathan Adrian, que fez a melhor marca das eliminatórias e o atual campeão olímpico dos 100m livre, acabou não disputando a final desta prova nos Estados Unidos.

Já o outro pódio brasileiro obtido neste domingo foi obtido pela equipe do Minas dos 4x400m medley, formada por Rodrigo Correa, Eduardo Fonseca, Vinicius Lanza e Nathan Bighetti, que marcaram 3min50s44 e foram superados apenas pelos times da Argentina, ouro com 3min45s44, e do México, prata com 3min48s27.

PHELPS

Maior campeão olímpico da história, Michael Phelps conquistou neste domingo o ouro na prova dos 200 metros medley. O astro conquistou o ouro com facilidade ao cravar 1min59s39, sendo mais de um segundo mais rápido que o segundo colocado, o também norte-americano Josh Prenot, que marcou 2min00s43, enquanto o bronze ficou com outro nadador da casa, Chase Kalisz, que percorreu a distância em 2min02s33.

O brasileiro Thiago Pereira, por sua vez, era um dos favoritos a disputar a final dos 200m medley, mas acabou desqualificado por ter cometido uma infração nas eliminatórias da prova.

Phelps também participou da final dos 200 metros costas, mas nesta disputa ele decepcionou ao ficar apenas com o nono e último lugar com o tempo de 2min04s11. Ele acabou sentindo o cansaço por ter nadado 20 minutos antes a prova que lhe deu o ouro nos 200m medley. O ouro dos 200m costas foi conquistado pelo norte-americano Ryan Murphy, com 1min57s06. O pódio foi completado pelos seus compatriotas Tyler Clary (1min59s32) e Jacob Pebley (1min59s82).

Presente em uma das provas femininas deste domingo, depois de ter alcançado um ouro nos 100m borboleta e uma prata nos 50m borboleta, a brasileira Daynara de Paula foi apenas a oitava colocada na final dos 100m livre, com o tempo de 56s24. Essa disputa foi vencida pela holandesa Femke Heemskerk (53s64), enquanto a prata ficou com a norte-americana Simone Manuel (54s29) e o bronze com a também nadador dos EUA Alisson Schmitt (54s85).

Já a campeã olímpica Missy Franklin ficou com o terceiro lugar na prova dos 200 metros costas com o tempo de 2min09s84. O ouro foi conquistado pela húngara Katinka Hosszu, que brilhou com a marca de 2min07s93, enquanto a segunda posição foi obtida pela norte-americana Maya DiRado com o tempo de 2min08s50.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.