Carlin Dallara/Volkswagen
Carlin Dallara/Volkswagen

Felipe Nasr, um brasileiro rumo à F1

Piloto de grande talento se destaca na Fórmula 3 Britânica e segue os passos de Senna, Piquet e Emerson Fittipaldi

Livio Oricchio, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2011 | 00h00

O maior desafio do jovem e talentoso Felipe Nasr, nesse momento, nem é tanto a conquista do título britânico da Fórmula 3. Sua vantagem na classificação é tanta que já no dia 4 de setembro, na prova de Rockingham, na Inglaterra, o piloto da equipe Carlin pode garantir o campeonato. Difícil mesmo é não se deixar atingir pela imensa expectativa criada ao seu redor.

O Brasil está bem sensível ao surgimento de novos pilotos, potencialmente capazes de chegar à Fórmula 1 sem algumas das características das últimas gerações que frustraram a nação.

No domingo, Felipe Nasr, nascido em Brasília, vai completar 19 anos. Esta é a sua terceira temporada no automobilismo. Mas já foi campeão europeu da Fórmula BMW, em 2009, com 5 vitórias e 14 pódios em 16 etapas, e agora, neste ano, está em ótima condição para conquistar o título do prestigioso Campeonato Britânico de Fórmula 3.

No passado, venceram a competição, por exemplo, Jackie Stewart, em 1964, Emerson Fittipaldi, 1969, Nelson Piquet, 1978, Ayrton Senna, 1983, e Mika Hakkinen, 1990. Felipe Nasr soma 267 pontos diante de 153 do inglês William Buller e do colombiano Carlos Huertas. Obteve até agora, este ano, 7 vitórias e 5 segundos lugares. A diferença a seu favor é de 114 pontos. "Preciso sair de Rockingham com uma diferença de 108 pontos para ser campeão", explica. Restarão, depois, as etapas de Donington e Silverstone.

Há muito não aparece no cenário internacional um brasileiro com a velocidade, constância, determinação e eficiência de Felipe Nasr. Seu nome já começa a reverberar no paddock da Fórmula 1. "Ainda não tive contato com nenhuma equipe", afirma. "Meu empresário tem ótimo trânsito no meio, em especial com McLaren e Ferrari, e daqui para a frente vai se preocupar com isso. Mas não penso em Fórmula 1 neste momento." Admira algum piloto? "Fernando Alonso, o mais completo. Não importa a situação, está sempre 100% motivado, não desiste e não erra."

O potencial da nova estrela emergente já foi detectado, também, por boa parte dos brasileiros que se interessa por automobilismo e passou a vê-lo como um campeão em formação. Para muitos, Felipe Nasr pode resgatar um pouco do período mais notável de conquistas do Brasil na Fórmula 1, da estreia de Emerson Fittipaldi, em 1970, à perda de Ayrton Senna, em 1994. "Por enquanto não tem me atrapalhado. Vejo tudo isso como uma energia positiva", comenta. Talvez quando estrear no Mundial, se de fato, como tudo indica, vier a ocorrer, sinta mais diretamente essa cobrança, sinalizada por outros pilotos que lá chegaram.

Quem cuida da carreira de Felipe Nasr é ninguém menos que Kimi Raikkonen e seu sócio, o inglês Steve Robertson. "O Kimi tem aquele jeitão dele, conversamos apenas duas vezes, mas acompanha tudo o que se passa comigo de perto e manifesta estar bem contente com os resultados", comentou o piloto.

Uma temporada na F- 3 britânica na equipe Carlin custa ao redor de US$ 600 mil (cerca de R$ 1 milhão), bancados por Raikkonen e Robertson. O próximo passo na carreira será disputar a World Series by Renault, categoria por onde passaram Robert Kubica, campeão em 2005, e Sebastian Vettel, em 2007, ou a GP2. Ambas representam a antessala da Fórmula 1.

A CARREIRA

2009

Estreia com 16 anos e conquista o Campeonato Europeu de F-BMW: em 16 corridas foram 5 vitórias, 14 pódios, 6 poles e 6 melhores voltas

2010

5º no Campeonato Britânico de F-3: uma vitória, uma pole

2011

Elevadas chances de ser campeão britânico de F-3: em 7 etapas, 21 corridas (3 por etapa), venceu 7 e foi segundo em 5. Lidera com 114 pontos de vantagem para o segundo.

CONHEÇA OS BRASILEIROS CAMPEÕES NA F-3 BRITÂNICA

1969            1970             1978       1979       1983       1985        1991            1992

Emerson      José Carlos     Nelson        Chico     Ayrton     Maurício    Rubens          Gil de

Fittipaldi      Pace               Piquet       Serra      Senna    Gugelmim   Barrichello      Ferran       

1998         2000        2004

Mario        Antonio    Nelsinho

Haberfeld  Pizzonia    Piquet  

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.