Feliz, Muricy promete ''um belo 2º turno''

ESPECIAL PARA O ESTADO

Sanches Filho / SANTOS, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2011 | 00h00

O Santos voltou a empolgar Muricy Ramalho. Depois de lamentar diversos tropeços, enfim voltou a comemorar uma grande apresentação. O técnico elogiou Arouca, para ele o melhor do jogo diante do ex-clube, Fluminense, e fez promessa de que mais coisas boas virão no Nacional.

"Nosso time completo é forte e vai disputar um grande segundo turno", garantiu. Aliviado com a vitória. "O problema não era com os pontos, mas pelo time não estar jogando bem. Eu entendia, porque os caras deram a vida para ganhar os dois títulos e sofreram um grande desgaste."

Muricy contou, ainda, que durante a madrugada Neymar e Ganso invadiram seu quarto na concentração para pedir liberação para ir ao hospital, em São Paulo, onde o filho do atacante nasceu. "Esse é o um momento legal para ele. Eu não poderia deixar de atender porque Neymar nunca reclama, não fica no departamento médico e está sempre alegre. E ele levou o padrinho (do menino, Ganso). Deram um "miguezinho" em mim, mas tudo bem. Nunca vi padrinho participar do parto, mas os dois voltaram com alegria e tudo bem."

Neymar não pôde comemorar o nascimento de Davi Lucca com gol, mas distribuiu dribles, chapéus e se destacou. Depois do jogo, esqueceu o futebol e falou brevemente sobre o sentimento de ter se tornado pai aos 19 anos.

"Quem já é sabe o orgulho de ser pai. O moleque é apressado e nasceu antes da hora", afirmou Neymar. Ele disse que com a condição de pai a sua vida vai mudar um pouco fora de campo.

Autor dos dois gols, Borges atribuiu a sua boa atuação à qualidade do time. "Neymar é impressionante, um jogador diferenciado, assim como Ganso, Danilo e Elano. O nosso elenco é muito bom, e se não vinha bem era por questão de entrosamento."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.