Fenômeno será homenageado no clássico, domingo

Todos os ingressos de arquibancada foram vendidos. Expectativa é de Pacaembu lotado para a festa de Ronaldo

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2011 | 00h00

Dois de seus mais belos gols com a camisa do Corinthians foram diante do Santos, na decisão do Paulista de 2009, em plena Vila Belmiro, com vitória por 3 a 1. Domingo, o clássico se repete, no Pacaembu, e mais uma vez a estrela será Ronaldo. Agora como ex-jogador, ele receberá homenagem do clube pelos serviços prestados ao clube.

"Não imaginava passar minha vida sem vestir a camisa do Corinthians", fez questão de frisar Ronaldo na despedida, agora um "corintiano de coração" e sob a promessa de fazer de tudo para ajudar o clube mesmo como ex-jogador. "A melhor ajuda seria ele voltar aos campos", disse Andrés Sanchez, na quarta-feira, lamentando a aposentadoria.

Na chega ao Parque São Jorge, foram seis mil pessoas - público determinado pela PM para evitar confusão - na apresentação. Agora, o clube espera lotar o estádio para um "muito obrigado". Arquibancadas estão esgotadas e os esforços são para que os corintianos compareçam em massa no Pacaembu domingo.

Ontem Ronaldo não esteve no Pacaembu, mas desejou boa sorte ao time. Domingo, no estádio, verá os ex-companheiros entrarem em campo com a camisa "R9, eternamente em nossos corações", uma das homenagens que receberá do Corinthians. A Nike já lançou o "Pra sempre fenômeno". Desde segunda-feira, quando anunciou o fim da carreira, homenagens fazem parte do cotidiano do Fenômeno. "Os melhores viram lenda. E os fenômenos viram mito", ganhou da Hypermarcas. "9. Um número, uma história, um Fenômeno, uma ideia", trouxe a 9ine, empresa de marketing da qual é sócio.

Ronaldo viu muita gente importante dando-lhe os parabéns. Até mesmo torcedores de outras equipes, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, santista, e o prefeito Gilberto Kassab, são-paulino, fizeram questão de dar um abraço e dirigir algumas belas palavras ao jogador, em encontro no Museu do Futebol, quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.