Fernando Alonso terá que passar por exame médico da FIA para correr no Bahrein

Na primeira prova da temporada de 2016 da Fórmula 1, na Austrália, há cerca de duas semanas, o espanhol Fernando Alonso sofreu um assustador acidente em que a sua McLaren tocou a Haas do mexicano Esteban Gutiérrez, o que fez com que o carro saísse do chão e, ao bater na brita, capotasse e batesse com força na barreira de proteção de pneus.

Estadão Conteúdo

30 de março de 2016 | 23h20

Por conta do grave acidente, o piloto terá de passar por uma bateria de exames médicos da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para comprovar que tem condições físicas de correr no GP do Bahrein, neste final de semana, no circuito de Sakhir. A informação foi confirmada nesta terça-feira pela equipe britânica.

A avaliação médica acontecerá nesta quinta-feira pela manhã e na sequência Fernando Alonso participará da tradicional entrevista coletiva de pilotos com outros cinco companheiros de categoria, entre eles o brasileiro Felipe Massa, da Williams.

"Como é de costume em caso de acidentes fortes, Fernando terá uma consulta de rotina com os médicos da FIA na quinta-feira pela manhã", confirmou um porta-voz da McLaren. Por precaução, o reserva Stoffel Vandoorne está de sobreaviso para disputar o GP do Bahrein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.