Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Fernando Miguel pede atenção e agressividade ao Vasco diante do Palmeiras

'Não adianta ir a São Paulo enfrentar o Palmeiras e só se defender', ressalta o goleiro

Redação, Estadão Conteúdo

26 de julho de 2019 | 15h14

De volta ao Vasco no jogo deste sábado contra o Palmeiras após ficar fora do clássico do último sábado contra o Fluminense, o goleiro Fernando Miguel ressaltou que, para vencer, a sua equipe terá de estar atenta durante toda a partida diante do time alviverde, neste sábado, a partir das 17 horas, no Allianz Parque.

O camisa 1 vascaíno concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT do clube, antes do último treino que precedeu a viagem para São Paulo, ocasião em que fez elogios ao adversário, mas acrescentou que seus companheiros devem apostar na agressividade para sair com um bom resultado neste duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Vamos procurar estar sempre concentrados e quando tivermos a bola tentar ser agressivos. Não adianta ir a São Paulo enfrentar o Palmeiras e só se defender. Precisamos ter personalidade, tranquilidade e eficiência também. Muita atenção e concentração. É um jogo grande", lembrou o jogador.

Para Fernando Miguel, enfrentar o líder do campeonato representa uma grande oportunidade para comprovar que o time de Vanderlei Luxemburgo está mesmo consolidando uma boa evolução.

"O Palmeiras tem, para mim, um dos melhores conjuntos do país. Conquista títulos e briga sempre por campeonatos. Sabemos que é um Palmeiras forte independentemente dos nomes que vão estar em campo, mas precisamos estar atentos, concentrados em nossas ações, pois o Vasco também vai buscar a vitória", comentou o goleiro, mostrando-se confiante.

A confiança se baseia nas três vitórias nos últimos quatro jogos da equipe de São Januário no Brasileirão. Sobre o único revés neste período, sofrido diante do Grêmio, em confronto decidido após lance que gerou reclamação dos vascaínos, Fernando Miguel disse ter aprendido uma lição.

"Acho que em Porto Alegre vivemos dois momentos. Uma até a situação da interferência do VAR, depois disso foi outra. Precisamos estar atentos a tudo e não nos deixar envolver. Temos o VAR, que vem para somar, mas quando tem uma situação que gera uma crise na equipe, precisamos estar atentos e concentrados", repetiu o goleiro.

Na atividade desta sexta-feira no CT, Luxemburgo comandou um coletivo repetindo a mesma escalação que treinou na última quarta-feira, com o meia Bruno César, destaque do triunfo de 2 a 1 frente ao Fluminense, no lugar do atacante Rossi, que se recupera de uma cirurgia de apendicite.

Assim, a provável escalação para o jogo deste sábado na capital paulista é a seguinte: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Henríquez, Leandro Castán e Henrique; Richard, Raul e Marquinho; Bruno César, Marrony e Valdívia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.