Fernando Scherer anuncia sua aposentadoria das piscinas

Considerado um dos nadadores brasileiros mais talentosos de todos os tempos, o catarinense Fernando Scherer, de 32 anos, anunciou nesta quinta-feira sua aposentadoria das piscinas.O medalhista olímpico disse que não tinha mais motivação para treinar e decidiu parar a menos de quatro meses do início do Pan "porque não quero só participar, acho melhor dar chance para a nova geração, que tem talento para ganhar muitas medalhas pelo Brasil".Eleito pela Fina (Federação Internacional de Natação) o melhor do mundo em 1998, Scherer é o único atleta brasileiro a conquistar quatro medalhas de ouro em uma única edição dos Jogos Pan-Americanos, em Winnipeg (1999), com recordes pan-americanos em todas as provas. Ao lado de Gustavo Borges, foi um dos grandes nomes da natação brasileira.Ele começou tarde nas piscinas, com já 14 anos de idade, e por recomendação médica. Além disso, Scherer sonhava mesmo em ser jogador de tênis, como o irmão mais velho, mas acabou optando pela natação quando viu que se síria melhor no esporte aquático.Em 1994 e 1995, ele quebrou os recordes mundiais do revezamento 4x100m livre em piscina curta. Também foi bicampeão mundial nos 100m livre em piscina curta em 1993 e 1995. Velocista, conquistou sua primeira medalha olímpica Atlanta (1996), quando foi bronze nos 50m livre. Porém, às vésperas dos Jogos de Sydney (2000) - quando vivia sua melhor fase - sofreu uma contusão no tornozelo que o tirou da final dos 50m livre, mas mesmo assim, ele ajudou a equipe brasileira a conquistar a medalha de bronze no revezamento 4x100m livre."Fico feliz em saber que estou me aposentando sabendo que a nova geração de nadadores brasileiros é muito talentosa. Quero retribuir tudo o que a natação deu pra mim, e por isso vou fazer palestras e clinicas pelo Brasil", concluiu Scherer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.