Ferrari defende Massa, mas quer ajuda ao espanhol

Do GP da Alemanha ao do Brasil (oito etapas), Felipe Massa somou 76 pontos e chegou 3 vezes ao pódio. Fernando Alonso ganhou 148 pontos, venceu 4 provas e foi 7 vezes ao pódio. Mas os números, para a Ferrari, são "ingratos". Expressando o ponto de vista do diretor Stefano Domenicali, o assessor de imprensa Luca Colajanni explicou que, se o desempenho for analisado etapa a etapa, será possível compreender que é superior ao que os números sugerem. Apesar da compreensão, Massa teve um recado de Colajanni: nunca Alonso precisou tanto dele como em Abu Dabi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.