Ferrer e Stepanek abrem a decisão em Praga

Espanha tenta superar o desfalque de Rafael Nadal, e checos querem tirar proveito do apoio dos torcedores

O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2012 | 02h06

República Checa e Espanha começam a lutar hoje em Praga pelo título da Copa Davis. Os checos tentam acabar com um jejum que já dura 32 anos - se for considerado o tempo em que o país integrava a extinta Checoslováquia -, e os espanhóis têm o desafio de vencer sem Rafael Nadal, seu principal jogador, que está fora de combate desde junho por causa de uma lesão no joelho esquerdo.

O primeiro confronto da série reunirá Radek Stepanek e David Ferrer, e começará às 13h (de Brasília). Em seguida Tomas Berdych e Nicolás Almagro. Amanhã haverá a partida de duplas, entre Lukas Rosol/Ivo Minar e Marc López/Marcel Granoller (campeões do ATP Finals). Os jogos serão em quadra coberta e de piso duro, numa tentativa de dificultar a vida dos favoritos espanhóis - que costumam se dar melhor no saibro.

"O público faz parte da nossa equipe", disse Berdych. "Os torcedores sempre nos ajudaram muito nos confrontos aqui, e essa é a nossa vantagem na final."

A República Checa chegou à decisão do título em 2009 contra a mesma Espanha, mas foi arrasada em Barcelona e caiu por 5 a 0. "Naquela ocasião tudo estava contra nós, mas agora temos tudo a favor. Faremos o que estiver ao nosso alcance para vencer", afirmou Berdych.

O capitão espanhol Alex Corretja se vê às voltas com a insatisfação de Feliciano López, que esperava ser titular por ter melhores resultados em quadra dura na comparação com Almagro. "Ninguém discute a qualidade de Feliciano nessas quadras, mas acho que hoje os que escolhi estão em melhores condições", justificou.

Esta é a 100ª edição da competição. A Espanha ganhou três das últimas quatro (2008, 2009 e 2011; a Sérvia levou em 2010), e a primeira delas, contra a Argentina, foi sem Nadal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.