Ferroviária desperdiça pênalti aos 50min da etapa final e perde do Novorizontino

A Ferroviária perdeu uma grande chance de se isolar na liderança do Grupo C do Campeonato Paulista. O time de Araraquara chegou a abrir o marcador, mas acabou sofrendo a virada para o Novorizontino, por 2 a 1, na noite deste domingo, em plena Arena Fonte Luminosa, pela oitava rodada. E teve uma grande chance de empatar aos 50 minutos d segundo tempo, quando Rafinha cobrou pênalti e o goleiro Veloso defendeu.

Estadão Conteúdo

06 de março de 2016 | 21h30

Com o resultado, o Novorizontino respira na competição e coloca a Ponte Preta no seu lugar na zona de rebaixamento, ficando na 14ª colocação com dez pontos e terceiro no Grupo B. A Ferroviária, por sua vez, continua sendo a melhor equipe do interior e o líder do Grupo C, porém, com 13 pontos, mesma pontuação do São Paulo e mais gols: 15 a 11. Audax tem 12, contra 11 do XV de Piracicaba e quatro do Capivariano.

A Ferroviária começou o jogo pressionando. A primeira grande chance apareceu logo aos dois minutos de jogo. Wescley tabelou com Thallyson, invadiu a área e chutou na trave. Na sequência, Juninho pegou da esquerda e cruzou na cabeça de Samuel, que mandou para fora. O Novorizontino apostava nas jogadas de bola parada para surpreender. Em cobrança de falta de Pedro Carmona aos 37 minutos, Jéci desviou de cabeça e mandou a bola no travessão. No rebote, a defesa do time mandante afastou o perigo.

No segundo tempo, a Ferroviária voltou a campo de forma ofensiva e abriu o placar aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, Rafael Miranda saiu de trás do zagueiro e testou firme para o fundo das redes. A vantagem não durou muito. Aos 16, Cléo Silva foi lançado na velocidade e tocou na saída do goleiro Rodolfo para deixar tudo igual.

Após o gol, o Novorizontino se fechou e começou a jogar no contra-ataque. E foi assim que virou o jogo. Aos 39 minutos, Wesley foi derrubado pelo goleiro Rodolfo e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Pedro Carmona, com direito a paradinha, marcou.

Aos 50 minutos, a Ferroviária teve um pênalti marcado a seu favor após a bola bater na mão do volante Fahel. Rafinha cobrou, mas Veloso salvou o Novorizontino da derrota caindo do lado esquerdo e segurando a bola.

Na próxima rodada, a Ferroviária enfrenta a Ponte Preta no sábado, às 18h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No domingo, às 16 horas, o Novorizontino visita o Capivariano, na Arena Capivari.

FICHA TÉCNICA:

FERROVIÁRIA 1 X 2 NOVORIZONTINO

FERROVIÁRIA - Rodolfo; Alex Silva (Caíque), Wanderson, Marcão e Thallyson; Juninho, Rafael Miranda, Wescley e Fernando Gabriel (Matheus Rosseto); Samuel (Rafinha) e Tiago Adan. Técnico - Sérgio Vieira.

NOVORIZONTINO - Veloso; Éder, Domingues, Jéci (Luizão) e Paulinho; Michel, Adriano (Fahel), Rayllan e Pedro Carmona; Roberto (Wescley) e Cléo Silva. Técnico - Guilherme Alves.

GOLS - Rafael Miranda, aos 10, e Cléo Silva, aos 16, e Pedro Carmona, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza.

CARTÃO AMARELO - Thallyson (Ferroviária).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.