Arquivo/AE
Arquivo/AE

Fidel culpa direção do time cubano de beisebol por queda

Cuba foi eliminada do WBC após perder para a seleção japonesa por 5 a 0, na última quarta, em San Diego

Ansa,

20 de março de 2009 | 12h40

O ex-presidente Fidel Castro culpou nesta quinta-feira a direção da equipe de Cuba e os organizadores do torneio pela eliminação no 2.º Clássico Mundial de Beisebol, nos Estados Unidos.

Fidel responsabilizou a "péssima" direção da equipe, culpada de "não corrigir a tempo os erros", e disse que devem ser "tiradas lições pertinentes" da derrota contra o Japão.

"A direção da equipe em San Diego [sede do torneio] foi péssima. Prevaleceu o velho critério dos caminhos trilhados, com um adversário capaz que inova constantemente", opinou.

Cuba perdeu para a seleção japonesa por 5 a 0 na noite de quarta-feira. A equipe cubana já havia sido derrotada pelo mesmo adversário por 6 a 0 no último domingo.

Em artigo publicado pela imprensa cubana, o ex-presidente garantiu que "o que importava para os organizados [norte-americanos] era eliminar Cuba, país revolucionário que resistiu heroicamente e não pode ser vencido na batalha das ideias".

Fidel reclamou da tabela estabelecida pelos organizadores da competição, que viu "as três melhores equipes" - Japão, Coreia e Cuba - no mesmo grupo, "para que se eliminassem entre si".

Japão, Coreia, Venezuela e EUA se classificaram para as semifinais do torneio, organizado pela Mejor League Baseball (MLB), principal liga norte-americana de beisebol.

O ex-presidente, por outro lado, elogiou o comportamento dos jogadores cubanos, que demonstraram sua "grande coragem" e lutaram "até o último ponto", e pediu à população que acolha os atletas "com todas as honras que merece sua exemplar conduta".

A equipe cubana voltou na madrugada desta sexta-feira à ilha caribenha e foi recebida pessoalmente pelo presidente de Cuba e irmão de Fidel, Raúl Castro.

A eliminação do 2º Clássico Mundial de Beisebol foi, segundo informações dos organizadores, o pior resultado da história da seleção cubana nas principais competições internacionais - Copa do Mundo de Beisebol, Copa Intercontinental, Olimpíadas e Clássico Mundial de Beisebol - e o pior desde 1951, quando os cubanos terminaram a Copa do Mundo de Beisebol em terceiro lugar.

Desde 1952, a seleção cubana disputou 40 finais nas competições acima, tornando-se campeã 33 vezes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.