Fifa admite erro de árbitro na semi do Mundial de futsal

O árbitro cubano Antonio Alvarez e o auxiliar Elix Peralta, do Panamá, erraram no gol que classificou a Espanha para a final do Mundial de futsal, que será no domingo, contra o Brasil. A opinião é de Andreas Werz, diretor de comunicação da Fifa."Foi a mesma coisa do célebre gol de mão do Maradona na Copa de 1986. Estava errado, mas ninguém parou para assistir ao vídeo. Ninguém voltou atrás e a Argentina foi campeã", disse, comparando o gol contra de Adriano Foglia, validado mesmo após o encerramento da partida entre Itália e Espanha, com o célebre gol de mão de Maradona, marcado na partida entre Argentina e Inglaterra, no Mundial de 1966. O cronômetro zerou quando a bola bateu na trave depois de uma finalização da Espanha. Foglia vinha na corrida, se atrapalhou e marcou o gol contra. "Eles têm o poder de decidir. O regulamento é claro: o vídeo não pode ser utilizado para tomar tal decisão", justificou Werz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.