EFE
EFE

Fifa anuncia Colômbia como sede da próxima Copa do Mundo de Futsal

Será a segunda vez em oito anos que a América do Sul sediará o evento

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2013 | 11h38

SÃO PAULO - Reunido nas Ilhas Maurício para a realização de seu Congresso Anual, o Comitê Executivo da Fifa anunciou nesta terça-feira que a Colômbia será sede da próxima Copa do Mundo de Futsal, que será realizada em 2016. O país já havia sediado o Mundial Sub-20 de futebol de campo, em 2011.

"Nós nos sentimos realmente felizes por este grande respaldo que a FIFA nos dá uma vez mais. É uma verdadeira honra e compromisso para o país. O legado que o Mundial Sub-20 deixou, o apoio governamental a nível nacional e local, a capacidade da organização de grandes eventos, a disciplina e a seriedade dos processos, foram fatores fundamentais para que a Colômbia volte a organizar um Mundial ”, afirma Luis Bedoya, presidente da Federação Colombiana de Futebol.

A escolha do país também agradou aos brasileiros. "As últimas edições, à exceção de 2008, têm sido na Ásia, Europa, e o fato de realizarmos duas aqui na América do Sul em poucos anos é importante, é sinal de que estamos ganhando espaço", avalia o supervisor técnico da seleção, Rudy Vieira, lembrando o Mundial sediado no Brasil.

De acordo com Vieira, a escolha pelo país vizinho também deverá mobilizar o torcedor da América do Sul, sobretudo os colombianos, que supreenderam ao chegar à semifinal da Copa do Mundo da Tailândia, no ano passado. "Eles gostam muito. Nas vezes em que estive lá, nos lugares que fui, eu vi que eles costumam jogar em ginásios menores, mas com bom apoio de público. É um país que forma bons jogadores, e o desempenho na última Copa deverá se refletir no apoio da torcida."

A Colômbia apresentou Bogotá, Villavicencio, Bucaramanga, Cúcuta, Ibagué e Neiva como possíveis cidades-sede para a competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.