Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Fifa diz que Manaus não é opção 'apropriada' para futebol olímpico

Entidade afirma que sedes de partidas devem ser próximas do Rio de Janeiro, já que o torneio tem apenas duas semanas de duração

REUTERS

12 de fevereiro de 2015 | 16h36

A Fifa afirmou nesta quinta-feira não considerar como opção apropriada a inclusão de Manaus como uma das sedes do futebol nos Jogos Olímpicos de 2016, após o Comitê Organizador da Olimpíada ter incluído a capital amazonense entre as seis cidades indicadas.

"A Fifa saúda a escolha de dois estádios no Rio de Janeiro (Maracanã e Engenhão), porém, nós não consideramos Manaus como uma primeira opção apropriada como cidade-sede", disse a Fifa em nota enviada por e-mail em resposta a pedido de comentário sobre as indicações do Comitê Rio 2016.

"Considerando-se que o torneio olímpico de futebol tem apenas duas semanas de duração, a preferência da Fifa sempre foi por distâncias curtas entre as outras sedes do futebol e a cidade olímpica do Rio de Janeiro, para propiciar aos times participantes a melhor experiência olímpica possível", acrescentou a entidade.

Inicialmente, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos contava com cinco sedes para a disputa do futebol na Olimpíada, mas, de última hora, a capital do Amazonas também foi habilitada.

Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Salvador são as outras cidades que preencheram o caderno de encargos para se qualificarem a receber as partidas nos Jogos de 2016.

A Fifa informou que a definição das cidades-sede do futebol olímpico será discutida no próximo encontro do Comitê Organizador da entidade para o torneio olímpico, na sede da Fifa, em Zurique, em 16 de março.

Todas as seis cidades pré-aprovadas pelo comitê Rio 2016 para os Jogos foram sedes também da Copa do Mundo de 2014.

Antes do Mundial, jogadores e comissões técnicas das seleções se mostraram preocupados com o forte calor e as temperaturas altas típicas de Manaus, além da distância entre a capital amazonense e outras cidades-sede do Mundial.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, que fez forte campanha pela inclusão da cidade na Olimpíada, participou do evento nesta quinta-feira na sede do Comitê Rio 2016.O comitê disse que todas as cidades foram escolhidas depois do sucesso na Copa.

"Estamos enviando à Fifa e ao governo federal para análise. Foram cidades de sucesso na Copa e com grandes jogos e público", disse o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.