Pierre Albouy|Reuters
Pierre Albouy|Reuters

Fifa eleva a nível mundial suspensão de 4 anos por uso de cocaína

Casos com dois argelinos faz entidade aumentar rigor da punição

Estadão Conteúdo

21 de março de 2016 | 15h20

A Fifa anunciou nesta segunda-feira que acatou a punição aplicada a dois argelinos pelo uso de doping e a tornou mundial. A entidade concordou com a suspensão de quatro anos aos jogadores que foram flagrados pelo uso de cocaína e a estendeu para que eles ficassem impossibilitados de realizar qualquer atividade ligada ao futebol no período.

Atleta com passagem pela seleção argelina, Youcef Belaili foi suspenso pelo uso de cocaína após se flagrado em exame quando atuava pelo USM Algers em partida pela Liga dos Campeões Africanos, em agosto do ano passado. O mesmo aconteceu com Rafik Boussaid, do RC Arbaa, que testou positivo para a mesma droga.

Os dois jogadores voltarão a atuar praticamente juntos. Belaili está impedido de entrar em campo até o dia 19 de setembro de 2019. Já Boussaid está banido até o dia seguinte, 20 de setembro de 2019.

A Fifa também anunciou nesta segunda-feira a punição a um terceiro jogador argelino. Kheireddine Merzougui, do MC Alger, também foi suspenso por quatro temporadas por ter sido flagrado no exame antidoping. Este jogador, no entanto, testou positivo para o uso de dimetilamilamina, também conhecida como metilhexanamina.

Tudo o que sabemos sobre:
Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.