Fifa pode afastar juiz que anulou gol dos EUA

O juiz que apitou o empate por 2 a 2 entre Estados Unidos e Eslovênia pode deixar a Copa. Koman Coulibaly, do Mali, invalidou um gol de Maurice Edu, aos 41 minutos do segundo tempo, que daria a vitória aos americanos. Foi a primeira partida do árbitro em Copas e, se ficar comprovado o erro, será a única. Os americanos protestaram contra a anulação do gol, já que não havia impedimento e Coulibaly não explicou o que viu de irregular no lance.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.