Fifa quer melhorias no projeto do estádio do Corinthians para a Copa 2014

Entidade questiona pontos cegos, localização dos camarotes e qualidade do material

, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2011 | 00h00

A condução das obras do estádio corintiano expôs uma queda de braço entre representantes do clube e da Fifa. De um lado, os corintianos batem o pé para que o projeto seja executado com o mínimo possível de alterações. Do outro, profissionais contratados pela entidade descontentes com diversos detalhes, desde a existência de pontos cegos, passando pela localização dos camarotes e até com a qualidade do material que será utilizado na construção. A futura arena é a principal candidata a receber o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014.

Para sair vitoriosa dessa briga e cumprir os prazos estabelecidos pela Fifa, a diretoria do Corinthians conta coma mobilização política. Os dirigentes entendem que a melhor contribuição que o poder público pode dar nesse momento é agilizar processos burocráticos.

"Existe uma séria de licenças, alvarás, autorizações necessárias para que a obra propriamente dita comece", explicou o presidente corintiano, Andrés Sanchez. "Se a Prefeitura, o governo do Estado e o governo federal nos ajudarem nesse aspecto burocrático, já daremos um grande passo para cumprir as metas estabelecidas."

Veja também:

linkRicardo Teixeira cobra construção de estádio em SP para a Copa até 2013

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014Fifafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.