Fifa rejeita invasão de privacidade de futebol

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, deixou bem claro ontem que a privacidade dos jogadores de futebol tem de estar acima de qualquer suspeita, até mesmo dos controles-surpresa propostos pela Agência Mundial Antipoding (Wada, na sigla em inglês). "A Fifa foi precursora na luta contra o doping e é a federação que mais realiza exames", afirmou, no discurso de abertura do 33º Congresso da Uefa, em Copenhague.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.