Filha de Torben Grael, Martine confirma boa fase e vence no Rio

Ao lado de Kahena Kunze, filha do velejador domina prova da nova classe 49erFX no primeiro evento-teste para a Olimpíada do Rio 

Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 18h13

Líderes do ranking mundial na nova classe 49erFX, Martine Grael e Kahena Kunze confirmaram a boa fase para vencerem, nesta sexta-feira, a Aquece Rio, primeiro evento-teste dos Jogos Olímpicos de 2016, disputado na Baía de Guanabara. As brasileiras foram regulares nas duas medal races, disputadas nesta tarde, ficando no quarto lugar em ambas.

No total, a 49erFX teve nove regatas. Martine e Kahena venceram três, ficaram em segundo em outras duas e ainda somaram um terceiro lugar. "Nós estamos muito felizes. Fizemos uma competição muito boa. Agora já estamos mirando Santander", disse Kahena, em referência ao Mundial de Vela, que será disputado na Espanha.

A prata ficou com Alexandra Maloney/Molly Meech (Nova Zelândia) e o bronze com Annemiek Bekkering/Annette Duelz (Holanda). A outra dupla brasileira, formada por Juliana Senfft e Gabriela Nicolino, terminou em 10.º entre 15 barcos.

Irmão de Martine (logo, também filho de Torben Grael), Marco Grael, com o proeiro Gabriel Borges, até foi à medal race na 49er, mas completou no nono lugar, longe da disputa por medalhas. O título ficou com Peter Burling/Blair Tuke (Nova Zelândia), com prata para a Austrália e bronze para a Grã-Bretanha.

SEM MEDALHA

Campeão mundial da Finn no ano passado, Jorge Zarif decepcionou na Baía de Guanabara. Depois de uma competição irregular, chegou em segundo à medal race, já sem chances de título. Entre os 10 melhores barcos, foi apenas o nono, terminando a Aquece Rio no quarto lugar.

O título da Finn ficou com o britânico Giles Scott, seguido do francês Jonathan Lobert e do também britânico Edward Wright. Bruno Prada acabou em último entre 17 participantes. Já na Nacra17 nenhum barco brasileiro foi à medal race. Samuel Albrecht/Georgia Rodrigues terminou em 13.º, enquanto Clinio de Freitas/Claudia Swan ficaram na 16.ª colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.